Linha do Tempo

1961 

1961

Paulo Teixeira nasce em Águas da Prata, no interior de São Paulo, no dia 6 de maio. É filho da pedagoga Maria de Lourdes Teixeira Ferreira e do advogado Wolgran Junqueira Ferreira. (Paulo neném)

 

1979

Entra na Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, aos 17 anos, e se estabelece na capital paulista.

 

1980

Aos 19 anos, vai morar em São Miguel Paulista, no extremo Leste de São Paulo, e trabalha com jovens. Milita junto aos movimentos sociais e às Comunidades Eclesiais de Base, afinado com setores progressistas da Igreja. 

 

1982

Casa-se com Alice Mieko Yamaguchi, também estudante de Direito na USP, com quem teve seis filhos. Entra no PT.

 

1984

Tranca a matrícula na Faculdade de Direito e, por um ano, estuda Filosofia, também na USP.  

 

1991

É subprefeito na administração regional de São Miguel Paulista, na Zona Leste, no primeiro governo do PT na capital. 

 

1994

É eleito deputado estadual com 18.240 votos. 

 

1998

Eleito para o segundo mandato na Assembleia Legislativa, agora com 51.078 votos. Aprova lei que obriga os convênios médicos a atender portadores do vírus HIV e consegue que o Estado de São Paulo passe a distribuir anti-retrovirais aos soropositivos. É indicado como um dos 100 nomes que fizeram a luta contra a Aids no Brasil. Aprovou a Lei que autorizou o estado de São Paulo a distribuir seringas descartáveis para usuários de drogas como estratégia para diminuir a proliferação do virus HIV entre usuários de drogas por meio do compartilhamento. Essa lei foi considerada entre as boas práticas mundiais de combate a AIDS.

 

2001

À frente da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano no governo de Marta Suplicy (PT) em São Paulo, lança os programas Morar no Centro e Plantas Online. Inicia a urbanização de Paraisópolis, urbaniza a Favela do Gato e consolida a urbanização de Heliópolis, iniciativas elogiadas em relatório da ONU.

 

2004

No último ano da administração petista, candidata-se a vereador e recebe 47.473 votos. Em sua passagem pelo Legislativo Municipal, foi autor do Projeto de Lei que exige o cumprimento da função social da propriedade, cujo texto foi aproveitado na lei aprovada pouco depois, após o fim do mandato. 

 

2006

Obtém o título de Mestre em Direito do Estado pela Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, com a dissertação O Direito à Moradia na Constituição Brasileira: o Sistema de Garantia na Legislação e a Experiência de São Paulo”. É eleito Deputado Federal pela primeira vez, com 112.452 votos.

 

2010

Reeleito para a Câmara com 134.479 votos, faz um segundo mandato marcado por projetos ousados, como a defesa de uma nova política de drogas, a luta para acabar com os autos de resistência (que permitem às polícias executar pessoas, em especial nas periferias, e alegar que a vítima resistiu à prisão) e a criação do Imposto Sobre Grandes Fortunas. Engaja-se também em temas ambientais, como o estímulo ao uso de fontes de energia limpa, a Política Nacional de Resíduos Sólidos e as demandas em desenvolvimento sustentável da Amazônia. 

2011

2011

Líder do PT na Câmara, tem participação fundamental na aprovação da Política de Valorização do Salário Mínimo, do Plano Nacional de Educação, do Programa Minha Casa, Minha Vida e da Comissão Nacional da Verdade, entre outros. 

 

2013

Candidato à presidência do PT pela corrente Mensagem ao Partido, fica em segundo lugar, com expressivos 20% dos votos. 

 

2013

Ganha pelo terceiro ano consecutivo o prêmio Congresso em Foco, como um dos deputados que mais se destacaram no mandato. 

 

2014

Relator na Câmara do Projeto de Lei que cria o Novo Código de Processo Civil, disputa o terceiro mandato na Câmara.